Quando o Deserto Vira Bosque – O Cuidado e a Provisão de Deus


Passamos por diversas dificuldades em nossas vidas. Mas o Senhor tem poder para nos ajudar. Basta crer.



Quando o Deserto Vira Bosque – O Cuidado e a Provisão de Deus



        Nosso Deus é maravilhoso. Ele está no controle de tudo. Ele vê tudo. Ele sabe quem está com sede, quem está com fome, e quem está farto. Então, você pode perguntar: se Deus sabe de todas essas coisas, por que Ele permite que tantas pessoas passem por dificuldades?

Dependendo de Deus

        A Palavra de Deus é clara: nunca vi o justo desamparado, nem seus filhos mendigando o pão (Salmos 37.25b). Quem serve ao Senhor não passa dificuldades como as citadas. O que muitas pessoas, porém, não entendem é a forma como Deus opera.
        Conhecer profundamente o Senhor é algo que acontecerá somente quando estivermos em Sua glória. Mas na Bíblia encontramos vários exemplos do mover de Deus. Um deles, extremamente importante, é que Deus nos respeita. Ele não invade nossas vidas, não nos obriga a segui-Lo, não nos obriga a obedecê-Lo ou mesmo clamar por Ele. Deus não age na vida de quem não O quer. Ele demonstra Seu poder, sim, mas somente OPERA a favor daqueles que clamam. O texto em Isaías diz: “Mas eu, o Senhor, lhes responderei.”  A resposta pressupõe uma pergunta. Não há o que responder se não houver um questionamento, um pedido, uma solicitação. Ora, Deus não invade nossas vidas; como ele pode fazer brotar água se não clamarmos a Ele? Enquanto o homem sente-se independente e capaz de suprir suas próprias necessidades, o Senhor não opera. Se o pobre e o necessitado simplesmente buscarem por água, e desistirem caso não a encontrem, não poderão saciar sua sede. Mas se eles clamam ao Senhor, o Senhor lhes responde, e não os abandona.
        Para recebermos o cuidado e a provisão de Deus, precisamos depender unicamente dEle. Não adianta colocarmos nossa vontade à frente da vontade de Deus. Não adianta acharmos que somos mais sábios, ou espertos que o Senhor, ou ainda que seremos capazes de enganá-Lo. Deus vê todas as coisas, e sonda os corações. Então, para que Ele nos responda, precisamos pedir. E Ele não nos abandonará.


Crendo no Milagre

         O texto base, a partir do versículo 18, relata as transformações que o Senhor fará pelo Seu povo: rios, fontes, lagos, mananciais. Árvores frutíferas, vida. Temos aqui um deserto transformado em bosque. A morte transformada em vida.
        Este texto não aplica-se somente ao espaço físico. É uma exemplificação do que Deus pode, e quer fazer na vida de todos aqueles que estão sedentos, e clamam a Ele. Mas é necessário crer.
        Esta semana, ouvi duas pessoas conversando a respeito de um homem que sofreu um acidente, e precisaria ter um de seus braços amputado. O outro seria engessado. Não sei se é um caso real, mas também não duvido de que seja. Conforme as pessoas conversando, os médicos amputaram o braço a ser engessado, e engessaram o que deveria ser amputado. Logo, o homem após o acidente ficou sem os dois braços.
        O primeiro pensamento que tive foi o de como a vida daquele homem seria diferente. Imagino que para quem está acostumado a viver com os membros perfeitamente, ficar sem os dois braços seja muito difícil. Provavelmente esse homem jamais imaginou que passaria por tal situação. Mas então, comecei a pensar no poder de Deus. Bom, foi Deus quem criou o corpo humano. Ele nos fez com suas mãos! Ele sabe perfeitamente como um braço é feito, como funciona. E eu acredito que Ele pode fazer outro para colocar no lugar. Eu creio!
        Deus tem poder! Mas nós, seres humanos, muitas vezes não temos fé. Acreditar que o Senhor não vai deixar faltar o alimento é fácil. Orar por um bom emprego, por um bom marido ou uma boa esposa, é fácil. Orar para a dor de cabeça passar é fácil. Mas quando nós vemos que a situação é difícil, nós não acreditamos. Pior ainda quando é algo completamente impossível para nós! Mas Deus não é um de nós. Ele é o Senhor! O Poderoso! Ele pode!
        A Bíblia relata diversos milagres do Senhor: a ressurreição de Lázaro, da menina de 12 anos, do filho da viúva, de Dorcas; a cura da mulher do fluxo de sangue, vários paralíticos e cegos; os 10 leprosos; os 15 anos de vida que o rei Ezequias recebeu do Senhor; as pragas do Egito; a passagem pelo Mar Vermelho e pelo Rio Jordão; a queda de Jericó. São muitos milagres citados no Antigo e também no Novo Testamento. Em João 21.25, está escrito:
“Jesus fez também muitas outras coisas. Se cada uma delas fosse escrita, penso que nem mesmo no mundo inteiro haveria espaço suficiente para os livros que seriam escritos.”
       
        Jesus fez muito mais do que toda a Bíblia relata. A questão é não viver somente à sombra do que Jesus fez, mas viver os Seus milagres hoje. Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje, e para sempre (Heberus 13.8). Ele não mudou. Precisamos parar de imaginar os milagres de Deus e começar a viver deles! Nós muitas vezes agimos como se a passagem pelo Mar Vermelho, por exemplo, fosse uma fábula. Quem, em frente ao mar, vai orar para que ele se abra? Se parece um absurdo para nós hoje, que sabemos como Deus operou - pois está na Bíblia, imagina o que o povo não pensou ao ver Moisés erguendo sua vara!
        Bom, vamos analisar a cura dos paralíticos e dos cegos:

“Vieram alguns homens, trazendo-lhe um paralítico, carregado por quatro deles. (...) Mas, para que vocês saibam que o Filho do Homem tem poder na terra para perdoar pecados – disse ao paralítico - “eu lhe digo: Levante-se, pegue sua cama e vá para casa.” Ele se levantou, pegou a maca e saiu à vista de todos, que, atônitos, glorificaram a Deus, dizendo: “nunca vimos nada igual!”!
Marcos 2.3-12

“Um dos que estavam ali era paralítico fazia trinta e oito anos. Quando o viu deitado e soube que ele vivia naquele estado durante tanto tempo, Jesus lhe perguntou: “Você quer ser curado?” (...) Então Jesus lhe disse: “Levante-se, pegue sua cama e ande. Imediatamente o homem ficou curado, pegou a maca e começou a andar. Isso aconteceu num sábado.”
João 5.5-9

        Em ambos os casos temos homens que eram paralíticos, viviam em suas camas. Não há relato do tempo em que o primeiro homem vivia naquele estado, mas o texto em João é claro: o homem era paralítico por trinta e oito anos. Ainda que tivesse nascido sem este problema, ele passou trinta e oito anos sem poder andar. Suas pernas estavam já atrofiadas, já que ele vivia à beira do poço, deitado em uma cama. Todos nós sabemos que a recuperação de uma pessoa que passa um ano sem andar é difícil, lenta, dolorosa. É necessário fazer fisioterapia, tratamento. E muitas vezes o resultado não é perfeito. Mas vejam bem: o homem vivia naquele estado, como diz a Bíblia, há trinta e oito anos. Jesus chegou e o curou. O homem levantou-se e começou a andar sem fisioterapia, sem tratamento; não foi difícil, não foi demorado, não foi complicado: ele simplesmente creu.
        O mesmo aconteceu com o caso relatado em Marcos. Lendo o texto todo, veremos que o paralítico foi levada a Jesus por um buraco feito no telhado. Imagine a situação: Jesus pregando, a casa cheia. Não havia espaço para quatro homens entrarem com uma maca. Então, eles sobem ao telhado e abrem um buraco. Jesus provavelmente parou de pregar, e todos na sala observaram a cena. Houve barulho, com certeza. Houve trabalho. Mas eles conseguiram descer a maca no meio de todos, até chegar a Jesus. Quantas vezes não queremos parar de fazer nossas atividades para orar! E quantas vezes deixamos de ler a Bíblia! Quantas vezes não queremos ter trabalho! Aqueles homens acreditaram que Jesus poderia curar, e não mediram esforços para chegar perto dEle. Hoje, basta pedirmos em oração, em nome de Jesus, com fé, para que nos seja feito. E deixamos de fazer algo tão simples! Se vivêssemos na época em que Jesus veio a terra, teríamos feito como esses homens? Ou como a mulher do fluxo de sangue, que enfrentou a multidão?

“Saindo Jesus dali, dois cegos o seguiram, clamando: Filho de Davi, tem misericórdia de nós! Entrando Ele em casa, os cegos se aproximaram, e Ele lhes perguntou: vocês crêem que Eu sou capaz de fazer isso? Eles responderam: Sim, Senhor! E Ele, tocando nos olhos deles, disse: Que lhes seja feito segundo a fé que vocês têm!” E a visão deles foi restaurada.”
Mateus 9.27-30a

        Temos neste texto um ótimo exemplo de fé. Os homens, com fé, seguiram a Jesus. Com fé, clamaram a Jesus. Jesus lhes respondeu (houve um clamor, há uma resposta). Respondeu, porém, com uma pergunta. E os homens puderam novamente ratificar sua fé: “Nós cremos, sim Senhor!”
        É interessante a forma como Jesus os curou. Ele não disse “sejam curados” ou “que vocês vejam”. Ele disse “ que lhes seja feito segundo a fé que vocês têm”. A visão deles foi restaurada porque eles tiveram fé. Se Jesus nos disser hoje “seja feito conforme sua fé”, será que receberemos nosso milagre?
        Estes textos são apenas alguns exemplos daquilo que Deus pode faze por nós. mas precisamos crer. Não devemos ver os milagres da Bíblia como alegorias ou fábulas. Eles aconteceram. E o Deus que operou aqueles milagres continua operando. Continua restaurando, salvando, ressuscitando. Talvez, não vejamos muitos milagres hoje por causa da nossa falta de fé. Se não cremos que os braços de um homem podem ser restaurados por completo, isso realmente não vai acontecer. Quanto mais alguém ressuscitar!
        Deus não permitem que blasfemem de Seu nome. Se alguém pedir com intenção contrária à vontade de Deus, claro, não será atendido. Contudo, o Senhor conhece os nossos corações. A Palavra de Deus é clara, ao afirmar:

“Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em Mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas,porque Eu estou indo para o Pai. Eu farei o que vocês pedirem em Meu Nome, para que o Pai seja glorificado no filho."
João 14.12-13

É preciso apenas crer!

Honrando o Nome do Senhor

“Para que o povo veja e saiba, e todos vejam e saibam, que a mão do Senhor fez isso, que o Santo de Israel o criou.”
Isaías 41.20

        Deus opera o milagre. É necessário dependermos dEle, crer em Seu poder. Mas, após recebermos o milagre nós precisamos testemunhar.
        No texto, Deus transforma o deserto em um bosque. E todo o povo vê e sabe. O povo é aquele que conhece a Deus. É o pobre e necessitado que clama por água para matar sua sede. Quando Deus opera o milagre, aquele que conhece a Deus sabe que foi alcançado pela graça de Deus. As demais pessoas, todos os outros, como no texto, verão o milagre do Senhor na vida do pobre. Verão aquele que era pobre assentado entre os príncipes da terra. E é por isso que precisamos testemunhar.
        Muitas pessoas vêm aquilo que Deus faz por nós. Mas ainda assim não acreditam. Precisamos glorificar o nome do Senhor, testificando de Seu poder. Além de testemunhar, encorajaremos muitos irmãos fracos na fé, para que se levantem e clamem pelo agir de Deus.
        Quando Deus opera, não devemos nos calar. A Bíblia existe justamente para que nós conheçamos o nosso Deus, e aprendamos sobre Ele. Os nossos testemunhos e as nossas experiências têm o mesmo efeito. Eles não substituem a necessidade de ler a Bíblia, mas também testificam do poder do nosso Deus. Para que todos vejam e saibam que a mão do Senhor o fez.