Ouvindo o Que o Espírito Diz


Texto base: “Conheço as suas obras, sei que você não é frio nem quente. Melhor seria que você fosse frio ou quente! Assim, porque você é morno, não é frio nem quente, estou a ponto de vomitá-lo da minha boca.”

Apocalipse 3.15-16


      “Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas” e “Quem é de Deus ouve a Palavra de Deus” são frases que lemos na Bíblia e fazem parte de nosso vocabulário. Mas ultimamente parece que alguns crentes estão esquecendo o que cada uma delas significa. Será que nossas vidas têm tido tanto valor a ponto de ignorarmos as ordens de Deus? Sim, por que o que mais poderia desviar a atenção de um servo do Senhor senão sua própria vida? Digo isso pois tenho visto muitas situações em que as pessoas respondem conforme o que pensam, e não conforme o Espírito Santo.

      Parece que estamos vivendo um momento “morno”, insensível e despreocupado. Parece que o povo já não lê mais a Bíblia. A impressão que tenho é que há certos “crentes católicos”. Os crentes que abrem a Bíblia na hora do culto lêem o texto escolhido, fecham a Bíblia, e a abrem novamente somente na semana seguinte. Provavelmente não conhecem o livro de Oséias, capítulo 4, versículo 6. Este texto diz que “meu povo foi destruído por falta de conhecimento.” Mas Jesus é tão bom que nos alertou diversas vezes: quem tem ouvidos ouça! E como o ditado popular, quem avisa amigo é – quem avisa quer o bem. Então, ouvidos abertos para ouvir o que o Espírito diz às igrejas!


Ouvindo O Espírito Do Lado De Fora Da Igreja





      O Evangelismo é um ministério conferido a todos os crentes. E, claro, alguns não sabem disso. Ouvem a voz de Deus mandando falar para o colega do trabalho, a amiga da faculdade, o vizinho encrenqueiro, o desconhecido no ônibus, e fingem que não ouvem. Mas cantam “Eu vou...Deus me quer pras nações...” ou “...Eu tenho um chamado, jamais vou me calar...” Como Deus reage diante desses Seus filhos desobedientes? Sabemos, nós que conhecemos a Bíblia, que o obedecer é melhor que o sacrificar (I Samuel 15.22). Cantar apenas não nos levará a lugar algum. Cantar apenas não levará o pecador até Deus.

      Nós, Igreja do Senhor, precisamos ter um só objetivo. Se estamos juntos em uma grande obra que não pode parar, então não podemos parar! Não podemos perder tempo falando das denominações, dos pastores, que a igreja A age assim e a igreja B age assado. O reino dividido não subsiste. Mas o povo persiste em colocar a denominação acima da filiação. Somos todos filhos de Deus e estaremos todos juntos no céu.

      É bom ser crente dentro do templo, mas é importante estar do lado de fora. Quando uma igreja faz um trabalho ao ar livre de evangelismo, os evangélicos que moram perto se fecham dentro de casa; outros passam por uma rua diferente. Sem falar dos membros da própria igreja que passam disfarçados para não participarem do evento! Há ainda aqueles que vão e ficam conversando o tempo todo. Eles também não devem saber que nossa batalha não é carnal. Ou seja, precisamos estar preparados espiritualmente. Como os vizinhos do bar serão alcançados se no momento em que deveríamos orar por eles estamos falando da novela? Como causaremos uma comoção espiritual se na hora de interceder estamos todos dispersos, buscando um lugarzinho na sombra? Como nossas igrejas vão crescer? Parece que não temos amor pelo próximo.

      A verdade, contudo, é que nenhum cristão pode se livrar desta obrigação. Precisamos pregar, dançar, cantar, cada vez mais, para honra e glória do Senhor, fora dos templos. Precisamos sair do conforto e mostrar aos pecadores o quanto Jesus os ama. Precisamos ouvir aquilo que o Espírito diz às igrejas, aquilo que o Espírito diz a cada um de nós, para que toda a nação possa também ouvir a voz do Senhor.


Ouvindo O Espírito Do Lado De Dentro Da Igreja


           É até difícil de acreditar, mas muitos crentes estão dentro da igreja e não ouvem a voz do Senhor. É certo que devemos estar cada vez do lado de fora, afinal, somos pescadores de almas para Cristo, mas precisamos ter uma instituição sólida, estruturada firmemente em Jesus, nossa Rocha Eterna.

           Para estarmos firmes em Jesus Cristo, individual e coletivamente, precisamos atentar para o que o Espírito nos diz.

           Vemos hoje tantas pessoas evangélicas sendo envergonhadas! Estão agindo sem dar ouvidos ao Senhor! Toda vez que uma um templo se fecha para que nenhum outro seja aberto, o povo de Deus está sendo envergonhado. Será que esses irmãos consultaram o Senhor, oraram e jejuaram? Os planos do Senhor não se frustram. Nós nos frustramos. E muitas frustrações seriam evitadas se tão somente ouvíssemos Sua voz!

           Ouvir a voz do Senhor é imprescindível para que uma igreja permaneça. Precisamos nos atentar para todas as ordenanças de Deus. E Deus nos diz como quer ser adorado e como devemos agir dentro de Sua casa. Na Bíblia, tanto no Antigo como no Novo Testamento, temos as fórmulas dadas por Deus para prestarmos o culto perfeito. Será que nós hoje temos prestado ao Senhor um culto digno de Sua Glória? Será que Ele nos recebe? No Antigo Testamento, vemos em Levíticos todas as regras para servir na casa de Deus. Estamos cumprindo as regras? Adorando ao Senhor com ordem e decência? Ou será que Seu fogo nos consumiria se descesse agora?

           Não é todo dia que estamos felizes, alegres, em paz com todos. Cada um de nós tem seus problemas, suas desavenças, seus pensamentos. Mas o Espírito do Senhor é um só, e não faz confusão. Então, se ouvirmos Sua voz, seremos capazes de suportar todas as coisas e entregar-Lhe o culto o qual Ele é digno de receber. Se atentarmos ao que diz o Espírito, nossas igrejas prosperarão, e o Senhor nos acrescentará as almas a serem salvas.

           Não podemos colocar nossas vontades acima da vontade de Deus. Ele permite que façamos coisas erradas e tomemos decisões equivocadas.  Ele permite porque nós queremos que assim seja. Se colocarmos a vontade do Pai acima das nossas vontades, crucificando o nosso eu, tomaremos o caminho correto.

           Não podemos esquecer também que Jesus é o dono da igreja. Se o desagradarmos, como veremos Seu mover?  O nosso pecado faz separação entre nós e o nosso Deus. Se nós, como igreja, não ouvirmos o que o Espírito diz, nós, como igreja, não iremos a lugar algum. E se nós, como igreja, não resplandecermos a Luz de Cristo, não alcançaremos as almas perdidas. Não podemos esquecer também que, mais importante que estar dentro da igreja é estar em comunhão. Afinal, nós fomos chamados para fora.

           Que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.