As Portas



Texto Base


"Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. "Qual pai, entre vocês, se o filho lhe pedir um peixe, em lugar disso lhe dará uma cobra? Ou se pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai que está no céu dará o Espírito Santo a quem o pedir! "
Lucas 11:9-13






Desde criança nós aprendemos vários ditos populares. Frases que nossos pais aprenderam com seus pais, que aprenderam com os pais... esses ditos fazem parte da nossa vida, e muitas vezes são usados por nós, mesmo que não percebamos. "Quem procura, acha." "Quem não chora não mama." Água mole em pedra dura tanto bate até que fura." todos eles falam da insistência que resulta no objetivo desejado. eu jamais ganharia o playstation do meu pai se não tivesse pedido (e muito). Ele cansou, e me deu o jogo. 
Ora, esse texto nos relata algo parecido. A partir do versículo 5 deste capítulo de Lucas, Jesus cita o seguinte: 

"Então lhes disse: "Suponham que um de vocês tenha um amigo e que recorra a ele à meia-noite e diga: ‘Amigo, empreste-me três pães, porque um amigo meu chegou de viagem, e não tenho nada para lhe oferecer’. "E o que estiver dentro responda: ‘Não me incomode. A porta já está fechada, e meus filhos estão deitados comigo. Não posso me levantar e lhe dar o que me pede’. Eu lhes digo: embora ele não se levante para dar-lhe o pão por ser seu amigo, por causa da importunação se levantará e lhe dará tudo o que precisar." 
Lucas 11:5-8
A Bíblia nos diz que não devemos andar ansiosos por coisa alguma, mas levar tudo a Deus em oração. Mas quero, num primeiro momento, focar em outra figura deste passagem: o bater à porta. Fazendo referência ao dito popular, "àquele que bate, a porta lhe será aberta" equivale-se a "quem procura, acha". ou seja, bater à porte é procurar. Logo, a Palavra de Deus afirma que quem procura, acha. E a questão é: o que nós temos procurado?
Hoje em dia, é comum vermos nas igrejas sermões sobre bênção financeira, casa própria, carro novo, aumento de salário. Não creio que seja pecado, afinal tudo pertence a Deus (1Co 10.26), e tudo o que é de Deus é nosso também (Lc 15.31). O grande problema é que damos um exemplo ruim para aqueles que não são crentes. Afinal, casa, carro, tudo isso tem um preço. O dinheiro compra. O crediário ajuda. O financiamento também. E, dentro ou fora da igreja, o caminho para se adquirir tais bens, ou quaisquer outros é o trabalho. Não tem jeito legal diferente. Nem para o crédulo, nem para o incrédulo. 
As pessoas que se preocupam com os bens materiais e correm atrás conseguem alcançá-los. Não é pecado, repito. Porém, Jesus nos ensinou de outra forma:

"Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas." 
Mateus 6:33

Nosso objetivo principal não é alcançar bens materiais. A porta em que precisamos bater não é essa. Se não, que diferença haverá entre nós e aqueles que não servem a Deus?
Dinheiro não é a única porta que aparece em nossa frente. Existe a porta do sucesso, ou do "aparecer". E como há crentes batendo nela! Basta ver algumas fotos ou postagens no facebook. Parece que a internet deles não é convertida! Há crentes batendo na porta do "aparecer" dentro da igreja também. A roupa mais bonita, o sapato chique. Tomar a palavra fora da ordem, ou falar sem a ordem do Pai. Nas igrejas Batistas geralmente há um dirigente para o culto, e o mensageiro, podendo ser ou não o pastor. Tanto o dirigente como o mensageiro são escolhidos com antecedência, e (teoricamente) se preparam para o culto. Contudo, há pessoas que não se preparam, e isso é visível. Há também quem não foi chamado por Deus para estar ali. Mas a pessoa vai dar espaço para outra? Não! Ela é a responsável, a dirigente, a mensageira da noite... e lá se foi o culto de louvor e adoração a Deus. 
Há também as portas do "prazer", da "satisfação"; do "egocentrismo", da "autossuficiência". E tantas outras. Quem à elas bate, elas se abrem. 
O versículo 13 do texto base nos diz que os pais dão coisas boas a seus filhos. Na verdade, eles dão aquilo que os filhos pedem. E Deus dá o Espírito Santo àqueles que o pedirem. 
Quando o pai dá peixe, pão ou ovo, conforme o texto base, os filhos se alimentam. Eles pedem comida, recebem, e se alimentam. Quando Deus dá o Espírito Santo, os filhos nascem de novo, e passam a ser participantes da glória de Deus. São capazes de discernir as coisas espirituais. O que acontece com aqueles que procuram dinheiro, fama, sucesso, prazer, autossuficiência  Cada escolha nossa tem uma consequência. Se batermos à porta certa, receberemos do Pai o Espírito Santo. Mas, se batermos em qualquer uma das outras milhares de portas que aparecem em nossos caminhos? Nós sabemos que Jesus é o único caminho para a vida. Escolhendo qualquer outra porta, estamos a caminho da morte. 
Tome como exemplo a vida das pessoas que você conhece ou que estão na mídia: a mulher que escolheu casar-se por interesse e não amor; pessoas que trabalham e trabalham, e não têm tempo nem mesmo para curtir os frutos do trabalho, ou curtir a família; pessoas que têm muito dinheiro ou bens, mas vivem sozinhas; pessoas que correm atrás da fama e acabam sendo ridicularizadas, ou se tornam escravas da mídia, usuárias de drogas. Ou morrem. 
Nenhuma dessas pessoas foi, é ou será capaz de alcançar a felicidade. A felicidade não está no dinheiro, não está no sucesso, na fama, no trabalho, nem mesmo na satisfação pessoal. Felicidade sincera existe somente em Cristo. Paz, vida, alegria, salvação: somente Jesus Cristo é capaz de proporcionar tudo isso a alguém. Além da vida eterna. 
Procure Jesus Cristo com ardor. Busque-o enquanto está perto! Pois quem procura, acha! Jesus não está longe de você; está à distância de uma porta. Basta bater: ela se abrirá para você.