O Evangelho Segundo a Gente

Textos Base:

“Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.”
1 Pedro 1:16
“Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;”
1 Pedro 1:15
“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;”
Hebreus 12:14

Deus é Santo. A Bíblia é bastante clara quanto a isso. Santidade é uma atribuição de Deus que em situação alguma pode ser questionada. E nosso Deus quer que nós, aqueles que afirmam ser seus servos, sejamos santos também. Afinal, o Espírito de Deus habita em nós. E Deus não habita onde não há santidade.
Quando aceitamos a Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, aceitamos as condições de servir a Jesus com santidade.

“Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;”
 1 Pedro 1:15

Não somos obrigados a aceitar ou confessar Jesus; o fazemos por vontade própria. Mas a partir daí, temos a obrigação de carregar o nome de Jesus com responsabilidade. Temos a Bíblia que nos ensina como viver em toda e qualquer circunstância. Não podemos achar que somos nós quem decidimos como viver ou agir, se declaramos que servimos a Cristo. Ele passa a ser nosso Senhor, e nós, servos! É nossa escolha! Mas a santidade não é uma escolha para aqueles que querem viver com Deus eternamente.
Ter uma vida santa é algo complicado, em especial nos dias de hoje: estamos cercados de palavras de baixo calão, comportamento sexual inadequado, mentiras, corrupção, crimes dos mais diversos. A Palavra de Deus, porém, nos afirma que o mundo jaz no maligno. Todas essas coisas horríveis fazem parte desse mundo em que vivemos. Mas cabe a nós, servos de Deus, em quem habita o Espírito Santo, agirmos da forma certa. Cabe a nós buscarmos a santidade, sem a qual não veremos a Deus. E não é impossível ser santo mesmo nesse mundo em que vivemos. Jesus veio a terra e nos provou que é possível viver sem cometer pecado. E não existe homem na terra que tenha sofrido metade do que Jesus sofreu. Logo, ter uma vida santa é totalmente possível!



Tudo aquilo que precisamos saber para vivermos conforme a vontade de Deus está na Bíblia. Se alguém tiver alguma dúvida quanto à interpretação, basta pedir ao Espírito Santo que habita em nós para interpretá-la corretamente. O problema é que as pessoas querem interpretar a Bíblia como bem entendem, de forma mais prática, aceitável pelos colegas de trabalho, pelos vizinhos, para não parecem aqueles crentes chatos. Essas pessoas preferem estar bem diante dos homens do que diante de Deus. Talvez nunca tenham lido a respeito de Saul, que deu ouvidos ao povo, e não executou a ordem do Senhor contra Amaleque. Talvez nunca tenham lido que os amigos dos homens são inimigos de Deus. Eu prefiro ser amiga de Deus, mas cada um faz suas escolhas.
Conheci esse ano alguns “cristãos” que curtem uma interpretação pessoal da Palavra de Deus: optam por falar palavrões, afinal, é uma opção. Têm companheiro, mas casamento nem pensar. Pra quê, ? Casar virgem? Não! Tem que experimentar para ter certeza de que o cara é bom, de que rola química. Eu é que sou careta, fazendo o que Deus manda. Esses “cristãos”, porém, dizem que são cristãos, e dão um péssimo testemunho. Quem não conhece bem a Bíblia vai achar que a vida com Deus é uma bagunça. Vai pensar que é tão fácil servir ao Senhor como viver no mundo. Não sabem que a porta é estreita. E os “cristãos” cientes de que a porta é estreita parecem não perceber que estão pelo caminho errado. Eu gostaria de conhecer seus pastores! Perguntar se essas doutrinas são da igreja, ou se aos domingos eles são cristão normais, sabe.
Bom, quando nós vivemos conforme a vontade de Deus, nós vivemos bem. Os “cristãos” que seguem suas próprias regras não desfrutam dos mesmos benefícios. Eles não terão como recorrer caso suas filhas engravidem cedo, seus filhos assumam ser homossexuais, seus companheiros tenham casos extra conjugais. Não terão como clamar por cura, livramento, salvação. Vivem como vivem os do mundo, e juntamente, jazem no maligno.

Eu espero que eles despertem. Ainda há tempo para buscarem a santidade, se arrependerem, e estarem prontos para a vida com Cristo. Porque sem santidade, não vai dar para estar com Deus.