Impostos x Dízimo

Texto base:
Dize-nos, pois: Qual é a tua opinião? É certo pagar imposto a César ou não? " Mas Jesus, percebendo a má intenção deles, perguntou: "Hipócritas! Por que vocês estão me pondo à prova? Mostrem-me a moeda usada para pagar o imposto". Eles lhe mostraram um denário, e ele lhes perguntou: "De quem é esta imagem e esta inscrição? " "De César", responderam eles. E ele lhes disse: "Então, dêem a César o que é de César e a Deus o que é de Deus".
Mateus 22:17-21




Impostos
        Falar de impostos é algo que sempre dá dor de cabeça nos brasileiros. Conforme pesquisas e sites de revistas conceituadas, o nosso país é ocupa o 12º lugar dentre os que cobram mais, e ocupa o 30º lugar quanto a retorno dos impostos para a sociedade. Ou seja, pagamos muito, e recebemos pouco. E, ainda com tudo o que pagamos, o Brasil ocupa o 2º lugar em sonegação! Perdemos somente para a Rússia quando falamos em fugir dos impostos.
        Quem costuma conferir suas notas fiscais já percebeu que pagamos aproximadamente 30% do valor da mercadoria ou do serviço em impostos. Logo, se algo custa R$ 100,00, nós pagamos R$ 30,00 só de imposto, e R$ 70,00 pela mercadoria. E é interessante lembrar que pagamos esses impostos em tudo o que fazemos! Eles estão inclusos na mensalidade da escola, do plano de saúde, do clube, na cesta básica, no salão de beleza...
        Bom, pagar impostos é uma obrigação. Sabemos que sonegação é crime, apesar de o Brasil estar tão mal colocado quanto a isso. Ou seja – muitos brasileiros são criminosos! Mas o cristão não pode fazer parte desse grupo. A César o que é de César. Na maioria dos produtos e serviços os impostos já estão inclusos; pagá-los não é difícil. Pode ser penoso, mas não é difícil. Sonegar dá mais trabalho. Porém, precisamos estar atentos! Se algo muito caro está sendo vendido por um preço bem baixo, algo está errado. Não podemos nos fazer de desentendidos – cometer crime é o mesmo que pecar! Se os impostos são altos ou não não cabe a nós discutir. Deus está vendo tudo e vai resolver com os responsáveis que impõem ao povo taxas tão duras. Deus vai cobrar daqueles que roubam o povo, que não repassam nem usam o valor dos impostos corretamente. É Deus quem julga e pune. A nós, cabe pagar os impostos. Lembrem-se: a César o que é de César! Sejamos obedientes, irmãos, para não sermos lançados fora da presença de Deus! 

Dízimos
        A César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
        Tudo é de Deus! Mas, falando de dinheiro, o que Ele nos pede? 10% daquilo que ganhamos. César pega 30% de cada produto ou serviço que usamos; Deus pede 10%, uma vez por mês (ou de cada salário).
        Já imaginaram como seria se tivéssemos que entregar a Deus 10% do nosso salário para cada oração feita, cada louvor ministrado, cada agradecimento... Mas Deus, mesmo sendo o dono de tudo, não nos cobra nada. Nem o dízimo em si é uma cobrança. É uma questão de fidelidade.
        Da mesma forma que o César faz, Deus poderia nos dar o nosso salário com o dízimo já debitado. E Ele sim, usa nosso dinheiro em nosso favor, ao contrário dos governantes. Contudo, o Senhor não faz isso. Ele não precisa. Somos nós que precisamos ser fieis ao Senhor!!!!
        Por que ser fiel? A fidelidade na entrega dos dízimos e ofertas garante uma bênçãos exclusivas:

“Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova", diz o Senhor dos Exércitos, "e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las. Impedirei que pragas devorem suas colheitas, e as videiras nos campos não perderão o seu fruto", diz o Senhor dos Exércitos. "Então todas as nações os chamarão felizes, porque a terra de vocês será maravilhosa", diz o Senhor dos Exércitos.”
Malaquias 3:10-12

        Tem quem fale que não tem condições de ser dizimista, mesmo tendo um trabalho. Ora, não é necessário fazer um cálculo complexo para entender que entregar o dízimo nos custa menos que pagar os impostos. Se pagamos aos homens o que lhes pertence, por que não devolver a Deus o que é dEle? Não vamos esquecer que tudo pertence a Deus; se Ele quiser pegar 100%, Ele pode; é dEle mesmo!
        Há outra questão importante que não podemos deixar de mencionar: quem não paga impostos, o sonegador (a maioria dos brasileiros, conforme pesquisas) comete crime. O crime é passível de multa e até prisão. Ora, se o sonegador pode ir para a cadeia por não dar a César o que lhe pertence, o que acontece co quem sonega o dízimo a Deus? Roubo é crime, e crime é pecado. Roubar dos homens é errado, quanto mais roubar de Deus!

"Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: ‘Como é que te roubamos? ’ Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando.”
Malaquias 3:8-9

        Antes de reclamar de entregar o dízimo e ofertar ao Senhor, vamos refletir sobre tantas outras coisas que pagamos, taxas, multas, juros. Vamos lembrar que os que recebem esse dinheiro não fazem muito a nosso favor. Mas o nosso Deus, que pede tão pouco de nós, mesmo possuindo tudo, faz muito além do que pedimos ou imaginamos.
Amém!

Referências:

<http://revistagalileu.globo.com/blogs/sem-duvida/noticia/2014/04/o-brasil-tem-os-maiores-impostos-do-mundo.html> Acesso em 26 jul, 2014
<http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/04/16/brasil-cobra-imposto-caro-mas-e-o-da-menos-que-retorno-a-sociedade.htm> Acesso em 26 jul, 2014
http://www.ocafezinho.com/2014/05/12/brasil-e-o-pais-que-mais-sonega-impostos-no-mundo/ Acesso em 26 jul, 2014