Três Conselhos de Jesus

Texto Base: Lucas 16.8-12
"O senhor elogiou o administrador desonesto, porque agiu astutamente. Pois os filhos deste mundo são mais astutos no trato entre si do que os filhos da luz. Por isso, eu lhes digo: usem a riqueza deste mundo ímpio para ganhar amigos, de forma que, quando ela acabar, estes os recebam nas moradas eternas. Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco também é desonesto no muito. Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as riquezas deste mundo ímpio, quem lhes confiará as verdadeiras riquezas? E se vocês não forem dignos de confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês?"


O capítulo 16 de Lucas começa com Jesus contando uma parábola sobre um homem desonesto. Desonesto, porém esperto, astuto, prudente. E o próprio Jesus diz que esses homens desonestos, que roubam, mentem, matam, são mais prudentes que os filhos da luz, que os filhos de Deus. E isso não é mentira. Os filhos da luz deixam de agir prudentemente em diversas situações. E por causa de suas atitudes várias pessoas são afastadas da Igreja.


Conselhos sobre a Prudência

 Segundo o dicionário:
Prudente -  aquele que evita o perigo.
Esperto - ativo, inteligente.ar.

 E por que Jesus diria que nós não somos prudentes, que não evitamos o perigo?
 Os cristãos sabem muito pouco sobre o mundo espiritual. Você não vê adeptos do candomblé participando de eventos cristãos, mas sempre tem um cristão na festa de São Jorge, ou Santo Antonio. Tem gente que se bobear nem em festa aparece, só porque sabe que é de cristão, que talvez tenha oração, ou quem sabe alguém pregue - no way! Mas o cristão vai a qualquer canto simplesmente despreocupado.
 Deus nos deu poder para ir a qualquer lugar, é verdade. Mas há lugares em que não podemos chegar de qualquer jeito, sem nenhum preparo.
 Um bom caso para exemplificar o ‘não evitar o perigo’ que os cristãos geralmente praticam é participar do carnaval.



 O carnaval não é apenas uma festa em que as pessoas se fantasiam, pulam, cantam, desfilam etc. É uma data deveras especial para os espíritas. Uma semana antes da sexta-feira de carnaval, todos os santos são cobertos ou guardados, e simbolicamente as portas dos demônios são abertas, para que eles ajam com liberdade. A ação deles dura quarenta dias (a quaresma) terminando no sábado de aleluia, quando todos se reunem, às vezes em cemitérios, para terminarem os trabalhos. Isso é algo que todas as nações (denominações, na línguagem dos espíritas) fazem. Não é uma ou outra, são todas, no país inteiro. E aí uma igreja convoca as outras do bairro para alguma atividade, mas elas não vão porque os interesses são outros. Ou porque não querem dividir a glória. Esquecem que a glória é de Deus! Mas enfim: poucos são os cristãos que sabem o que acontece no mundo espiritual durante o carnaval. E vão curtir a folia. Não é pecado viajar, não é pecado passear. Afinal, o carnaval é também um feriado, período de uma semana de descanso para todos, cristãos ou não. E as atividades de outras religiões não nos dizem respeito. Mas não podemos esquecer as batalhas que são travadas no mundo espiritual. E aí, qualquer brecha dada pode ser fatal. No carnaval, temos aumento no número de acidentes de carros, de assassinatos, de estupros, roubos. E os cristãos, ao invés de evitarem o perigo, vão pro bloco, vão ra Marquês, vestem a fantasia, assistem, os desfiles. Esse período era para nós orarmos mais, intercedermos mais, vigiarmos mais!!!! O carnaval é muito bonito, é envolvente, mas é um perigo. E os prudentes evitam o perigo!!!!

 Conselhos sobre Amigos

Neste textos Jesus também diz que devemos usar as riquezas desse mundo ímpio para ganharmos amigos. Usar as riquezas: financeiras, sim, mas também nossas  habilidades, qualidades para fazermos mais amigos.
 Durante o carnaval, vemos pessoas de todas as raças, tribos e nações juntas. Mas nós brigamos defendendo nossas denominações. Ao invés de nos unirmos, nos separamos, por diferenças ideológicas, por diferentes interpretações. O povo esquece de que no céu não haverá ala para os pentecostais ou para os tradicionais, ou para quem não come carne, ou não gosta de funk. Estaremos todos juntos e misturados: negros, brancos, homens, mulheres, crianças, reteté, tradicionais, cantando rock e cantor cristão. O importante é estar lá!
 Outra atitude que tomamos é julgar o próximo. Se chega alguém tatuado, ou sujo, ou desarrumado, o tratamos de forma diferente. Lembro-me quando fiz a peça vestida de menino: todos me olharam estranho até me reconhecerem. Não é assim que fazemos amigos; assim afastamos as pessoas que acabam por encontrar consolo em outros deuses.
 Jesus continua dizendo que quando a riqueza acabar nossos amigos receberão a morada eterna. É responsabilidade nossa que nossos amigos conheçam a Deus. Para isso, precisamos viver aquilo que dizemos, que cantamos. O amor em nós não pode ser apenas um substantivo abstrato - ele precisa ser verbo: pelo amor, nós perdoamos, ensinamos, recebemos, dividimos, suportamos. Também precisamos cultuar a Deus com sabedoria. Termos um culto reverente, que não escandalize os outros. Paulo orientou em sua carta que a igreja toda não falasse em línguas, porque os de fora acharia que todos estavam loucos. E é assim que acontece. Nosso testemunho e nosso culto a Deus vão ganhar nossos amigos, e eles receberão suas moradas eternas.

 Conselhos sobre as Riquezas

Jesus também fala que o fiel no pouco é fiel no muito, e o desonesto no pouco é também desnonesto no muito, e que  se não somos dignos de confiança em lidar com as riquezas desse mundo ninguém nos dará as verdadeiras riquezas. E ainda, se não formos dignos de cuidar do que é dos outros, ninguém nos dará o que é nosso.
 Caros, nada do que temos aqui nos pertence. Tudo pertence a Deus. Nossa família, nossa casa, nosso carro - tudo é de Deus. E Ele vê como lidamos com cada uma das coisas. Onde estiver o seu tesouro, aí estará o seu coração.

 Tudo que Deus nos dá é precioso - não podemos desperdiçar. Quando Jesus multiplica os pães e peixes, depois que todos comem, ainda sobram vários cestos, e Jesus manda que os guardem para que não seja desperdiçado. Então, não desperdice o que Deus dá a você.

 Nada do que Deus nos dá é maior ou melhor do que Ele - Deus sabe do que precisamos. deus sabe o que queremos. Deus sabe do que gostamos. E ainda que Ele nos dê tudo: nada ocupa Seu lugar. No momento em que a família, ou trabalho, ou qualquer outra coisa for mais importante do que Deus, nesse momento infrigimos a primeira lei - não ter outro deus diante do Senhor. Nada pode ser mais importante, indispensável na sua vida do que Deus. Tudo pode acabar - mas Deus não pode te abandonar, aí sim será o fim.

 Onde comem dois, comem 1024 - nada é tão nosso que não possa ser dividido. Jesus nos ensinou a partir o pão. A igreja primitiva doava seus bens. E nós somos tão mesquinhas! Não dividimos, não compartilhamos. Mas quando a gente precisa quer que todos ajudem!

E, se Deus nos achar dignos de cuidar do que não é nosso, então nos dará o que será nosso: a salvação, nossa casa no céu, que nem traça, nem praga, nem enchente, queda de barragem, nada vai tirar de nós. Se formos dignos, receberemos a coroa de príncipes, co-herdeiros em Cristo Jesus. Receberemos um nome novo, receberemos o cetro para reinarmos junto com Deus.


Tudo o que vivemos aqui é um estágio para então vivermos na glória com Cristo. Mas precisamos estar atentos aos conselhos de Jesus. Para então sermos aprovados e recebermos a nossa recompensa. Amém!